SAGRA

O projecto SAGRA (Sistema Agrometeorológico para a Gestão da Rega no Alentejo), composto inicialmente por 7 Estações Meteorológicas Automáticas (EMA's) e dois concentradores, conta actualmente com 14 EMA's e constituí uma rede de estações meteorológicas automáticas, com arquivo de dados originais e corrigidos em bases de dados distintas nos referidos concentradores.


Com base nos dados medidos é determinada a Evapotranspiração da cultura de referência (ETo) segundo o método de Penman-Monteith.

 

Associado a este projecto existem mais 2 ferramentas:

O SAGRA Net que permite o acesso directo à informação diária das estações meteorológicas do SAGRA (Sistema Agro meteorológico para a Gestão da Rega no Alentejo). Este serviço oferece ainda a possibilidade de descarregar para um computador local a informação visualizada on-line.

Informação disponibilizada pelo SAGRA Net:
Tmed - Temperatura Média do Ar; Tmax - Temperatura Máxima do Ar; Tmin - Temperatura Mínima do Ar;
HRmed - Humidade Relativa Média do Ar; HRmax - Humidade Relativa Máxima do Ar;
HRmin - Humidade Relativa Mínima do Ar; RSG - Radiação Solar Global;
DV - Direcção Média do Vento; VVmed - Velocidade Média do Vento;
DVmax - Direcção associada à Velocidade Máxima do Vento; VVmax - Velocidade Máxima do Vento;
P - Precipitação; Tmed Relva - Temperatura Média na Relva; Tmax Relva - Temperatura Máxima na Relva;
Tmin Relva - Temperatura Mínima na Relva; ET0 - Evapotranspiração da Relva; I - Insolação

O MOGRA - Modelo de Gestão da Rega para o Alentejo dá-lhe acesso a um calendário de rega segundo a metodologia proposta pela FAO.

 Projectos realizados em parceria com o COTR - Centro Operativo e de Tecnologia do Regadio